Terça-feira, 26 de Maio de 2020
Política

Contrário ao uso da cloroquina para tratar a Covid-19, secretário de Ciência e Tecnologia do Ministério da Saúde deixa o cargo

Publicada em 22/05/20 às 18:47h - 42 visualizações

por Redação O Sul


Compartilhe
   

Link da Notícia:

O governo exonerou o secretário de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde do Ministério da Saúde, Antonio Carlos Campos de Carvalho.

A exoneração foi publicada na edição desta sexta-feira (22) do Diário Oficial da União. A saída aconteceu “a pedido”, segundo decreto assinado pelo ministro da Casa Civil, general Walter Souza Braga Netto.

Carvalho, que ficou no cargo por 18 dias desde a sua nomeação, havia declarado à imprensa que era contra o novo protocolo para uso da cloroquina em pacientes com os primeiros sintomas da Covid-19. Em entrevista, o então secretário disse que deixaria o cargo por considerar precipitada a mudança nas orientações do Ministério da Saúde para o uso do medicamento.

O setor que Carvalho chefiava é responsável, segundo o Ministério da Saúde, pelo desenvolvimento da capacidade científica, tecnológica e produtiva nacional para o fortalecimento do SUS (Sistema Único de Saúde).

Nesta semana, a pasta divulgou o protocolo que libera o uso da cloroquina e da hidroxicloroquina até para casos leves de Covid-19. Não há comprovação científica de que a cloroquina é capaz de curar a Covid-19. Estudos internacionais não encontraram eficácia no remédio, e a Sociedade Brasileira de Infectologia não recomenda o uso.

O protocolo da cloroquina foi motivo de atrito entre Bolsonaro e os últimos dois ministros da Saúde, Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich.

Fonte: O Sul




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (55) 8408-0001

Visitas: 675431
Usuários Online: 84
Copyright (c) 2020 - Ijuí Express