Ijuí Express
Política

Após ser zerada em janeiro, fila de espera do Auxílio Brasil volta a crescer e chega a 3 milhões

Publicada em 23/04/2022 às 15:39h

por Correio do povo


Compartilhe
Compartilhar a notícia Após ser zerada em janeiro, fila de espera do Auxílio Brasil volta a crescer e chega a 3 milhões  Compartilhar a notícia Após ser zerada em janeiro, fila de espera do Auxílio Brasil volta a crescer e chega a 3 milhões  Compartilhar a notícia Após ser zerada em janeiro, fila de espera do Auxílio Brasil volta a crescer e chega a 3 milhões

Link da Notícia:

Após ser zerada em janeiro, fila de espera do Auxílio Brasil volta a crescer e chega a 3 milhões

fila de pessoas para receber o Auxílio Brasil voltou a subir, após o Ministério da Cidadania afirmar ter zerado a lista de espera em janeiro deste ano. O programa social, que substituiu o Bolsa Família desde novembro de 2021, é pago atualmente a 18 milhões de brasileiros, com parcela mínima de R$ 400.

De acordo com os dados do CadÚnico (Cadastro Único do governo federal), utilizado para a inclusão no Auxílio Brasil, um total de 3 milhões de famílias vulneráveis, em situação de pobreza ou extrema pobreza, que seriam aptas a receber o pagamento, estão fora do programa.

No total, estavam cadastrados em fevereiro 33,7 milhões de famílias.

 

Quem pode receber

O auxílio é pago a famílias em extrema pobreza e em situação de probreza, que somavam em fevereiro 21 milhões, dentro dos critérios para receber o benefício. Como o programa social beneficia atualmente 18 milhões, os outros 3 milhões estão sem receber.

Segundo o Ministério da Cidadania, para ser incluído ao programa, a principal regra é a renda mensal por pessoa, que significa quanto cada integrante ganha por mês, dividido pelo número de pessoas da família.

 

• Se a renda mensal por pessoa for de até R$ 105,00 (situação de extrema pobreza), a entrada no programa pode acontecer mesmo se a família não tiver crianças ou adolescentes.

• Se a renda por pessoa for de R$ 105,01 até R$ 210,00 (situação de pobreza), a entrada só é permitida se a família tiver, em sua composição, gestantes, crianças ou adolescentes.

 

• Se a pessoa estiver em uma das situações precisa se inscrever no CadÚnico e aguardar a análise de um sistema informatizado, que avalia todas as regras do programa.










Nosso Whatsapp

 (55) 98408-0001

Visitas: 1689358
Usuários Online: 18
Copyright (c) 2022 - Ijuí Express
Converse conosco pelo Whatsapp!