Política

Breier critica presidente Nacional e afirma OAB tem que ser apartidária

Publicada em 10/09/2021 às 08:50h

por Grupo Repórter


Compartilhe
Compartilhar a notícia Breier critica presidente Nacional e afirma OAB tem que ser apartidária  Compartilhar a notícia Breier critica presidente Nacional e afirma OAB tem que ser apartidária  Compartilhar a notícia Breier critica presidente Nacional e afirma OAB tem que ser apartidária

Link da Notícia:

Foto reproduzida por Rádio Repórter

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional do Rio Grande do Sul Ricardo Breier criticou em entrevista ao Grupo Repórter a postura do presidente nacional da OAB Felipe Santa Cruz em função de postagens em redes sociais durante as manifestações do dia 7 de setembro.

Breier lamentou a mistura da ideologia individual com a missão da própria instituição OAB por seu presidente máximo, o que segundo ele é inadmissível. “Não podemos ter lado e nosso presidente as vezes, se posiciona gravemente de um lado. Na posição de  presidente da ordem é preciso buscar equilíbrio e harmonia pensando no bem comum e mantendo nossa posição apartidária”, disse Breier.

No Rio Grande do Sul, segundo ele, os presidentes da OAB veem com preocupação essa questão e estão atuando e reafirmando o apartidarismo da ordem atuando  na defesa do que está correto dentro da relação com a constituição”, afirmou.

Sobre a frase do presidente Felipe Santa Cruz de que quem fosse aos atos contra a democracia não seria considerado colega, Breier pontuou como repugnante e discriminatória a postura do lider nacional dos operadores do direito. Para o advogado, houve discriminação e rótulo à advocacia uma vez que está se falando de eleitores, cidadãos comuns que não podem ser discriminados. “ O advogado é votante. O presidente nacional está colocando um rótulo na instituição e lamentavelmente está perdendo sua legitimidade”, afirmou.

Ricardo Breier também falou sobre as manifestações da população lembrando que os atos democráticos que não firam a legislação estão consagrados na Constituição. Criticou, no entanto, os ataques a poderes constituídos e independentes e reiterou ser necessário respeito para que o estado possa estar livre de qualquer ameaça de rompimento dos pilares da democracia. “Dizer que não se cumprirá regras ou determinação dos poderes é um péssimo exemplo”, frisou.

O presidente da OAB-RS disse que os operadores do direito viram com muita preocupação os últimos movimentos do Poder Executivo devido ao discurso nítido e claro de descumprimento as regras o que configura desrespeito aos poderes. “É preciso entender que a única forma de mudar governo e politicas nas três esferas da federação é através do poder máximo que temos na democracia, que é o voto”, lembrou. “A OAB gaúcha seguirá atuante e independente defendendo os preceitos da Constituição”, concluiu.

 

Fonte: Rádio Repórter

 










Nosso Whatsapp

 (55) 98408-0001

Visitas: 1740280
Usuários Online: 23
Copyright (c) 2022 - Ijuí Express
Converse conosco pelo Whatsapp!